CAO – Centro de Atividades Ocupacionais

 

O Centro de Actividades Ocupacionais (CAO) surgiu como resposta da Instituição para um grupo de jovens do concelho que, permanecendo em casa, nunca tinham recebido qualquer tipo de apoio. Dado que a Instituição não possuía instalações, solicitou-se à Câmara Municipal de Rio maior a cedência de um antigo refeitório do Ex-Ciclo Preparatório, tendo-se iniciado as actividades a 6 de Março de 1989, com um grupo inicial de 20 jovens.

Em termos de funcionamento, o CAO foi dividido em duas áreas específicas:

  • Estritamente Ocupacional, onde se procura manter a população activa e interessada através de uma diversificação das  actividades ocupacionais e recreativas, favorecendo o seu equilíbrio sócio-emocional;
  • Socialmente Útil, destinada à ocupação dos jovens, visando a sua valorização pessoal e o máximo aproveitamento das suas capacidades, tendo-se em constituído para o efeito quatro subáreas: tecelagem, madeiras, cerâmica, horticultura, costura e bordados.

     Neste momento, todas propostas convergem no sentido da implementação de respostas sociais dignas, no pleno respeito pelos anseios básicos da população com deficiência do concelho: Criação de condições de habitação para jovens com deficiência; Criação de oportunidades de emprego e ocupações socialmente úteis; Informação e formação social e comunitária; Trabalho com a família; Apoio Técnico e Terapêutico adequado.